Seja bem vindo ao Rondonia Live! Sua fonte de informação em tempo real.
sexta-feira , 12 julho 2024
Webmail: contato@rondonialive.com
DestaquesPolítica

Vice de Mariana pode vir do PL e beneficiar Léo Moraes

Os bastidores das eleições majoritárias estão a todo vapor em Porto Velho e, enquanto os partidos lutam para finalizar suas nominatas para vereadores, eis que uma questão envolvendo o vice-prefeito está dando o que falar. É quase certo que o União Brasil de Mariana Carvalho tenha um vice do PL de Bolsonaro. A união dos dois maiores partidos conservadores, numa chapa seria o grande sonho da Direita, mas pode se transformar em um pesadelo. Isso porque Mariana afastaria, num eventual segundo turno, o apoio da ala mais esquerdista, que, convenhamos, está em baixa, mas ainda tem o poder da militância que pode definir o apoio e ajudar a eleger um candidato. A esquerda possui aproximadamente 30% dos votos válidos da capital e já avisou que não dará apoio a qualquer partido que coligar com o PL de Bolsonaro. Ou seja, se Mariana fechar com o PL, vai perder os votos da esquerda. Pelo andar da carruagem, o segundo colocado seria o ex-deputado federal Léo Moraes (Podemos), que, de última hora, resolveu deixar o Detran para se candidatar. Leo já aparece bem, inclusive nas pesquisas eleitorais. Seria Léo Moraes quem herdaria, pelo menos parte dos 30% da ala esquerdista no segundo turno das eleições para prefeito de Porto Velho. Isso reforça mais uma vez a necessidade do PL caminhar sozinho e não ser coadjuvante em 2024. Para os conservadores que desacreditam e apostam no fim da esquerda, é possível lembrar que Marcos Rocha só ganhou as eleições do 2º. Turno (praticamente já ganha por Marcos Rogério) para o Governo em 2022, quando se aliou á esquerda. Não é à toa que em boa parte dos gabinetes do Governo Marcos Rocha (inclusive secretários) são ocupados por simpatizantes e apoiadores do Camarada Lula. Esse é o imbróglio: Mariana pode perder uma eleição da qual é muito favorita para um Léo Moraes que estava no ostracismo por uma decisão errada. Léo Moraes é quase um franco atirador, pois não tem muito dinheiro para gastar em campanha, não terá muito prejuízo político, pois estava ausente há quase dois anos na Política e pode herdar a Prefeitura de uma capital por conta de um escorregão do adversário. Pobre do PL que não terá chance alguma de ser protagonista e, caso mantenha a intenção de ser vice de qualquer partido que o aceite, continuará a ser coadjuvante, ao invés de se tornar um projeto político viável para os eleitores conservadores de Porto Velho.

Artigos Relacionados

DestaquesGeral

Tenda Família Cidadã atenderá o assentamento Joana Darc I na zona rural de Porto Velho

Atendimentos acontecerão no próximo sábado (06), das 9h às 14h, na Escola...

DestaquesGeral

Prefeitura de Porto Velho realiza busca ativa em residências para resgatar cobertura vacinal

Campanha do Ministério da Saúde quer garantir a imunização de crianças menores...

DestaquesGeral

Maior evento de previdência pública do Brasil atribui 1º lugar ao Iperon em governança previdenciária 

O Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Estado de Rondônia (Iperon) recebeu...

DestaquesGeral

Inscrições para cursos remotos profissionalizantes na área de gestão seguem até segunda-feira, 8

Estão abertas até segunda-feira (8), inscrições para cursos profissionalizantes remotos que vão...