Seja bem vindo ao Rondonia Live! Sua fonte de informação em tempo real.
segunda-feira , 8 julho 2024
Webmail: contato@rondonialive.com
Destaques

UFRN muda regulamento da graduação e média para aprovação sobe de 5 para 6 pontos

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da UFRN aprovou por unanimidade, na manhã desta terça-feira, 4 de julho, o novo regulamento dos cursos de Graduação. A aprovação é fruto de fóruns, reuniões e consulta pública dirigida à comunidade universitária, o que permitiu a construção coletiva da normativa. O documento terá vigência a partir do período letivo de 2024.1.

Conforme o novo regulamento, os cursos de graduação da UFRN podem proporcionar dois tipos de formação, que são a generalista, podendo ter ênfases específicas; ou a associada, que contempla uma parte básica e uma parte especializada, destinando-se ao ingresso de estudantes egressos do ensino médio ou graduados em cursos de formação generalista. 

Outra mudança aprovada é relativa ao rendimento acadêmico. De acordo com a pró-reitora de Graduação, Elda Silva do Nascimento Melo, a nova média de nota proposta levou em consideração consultas a outras instituições de ensino superior. A docente explicou que, em sua maioria, a média é entre 6,0 e 7,0. “Também foram realizadas várias simulações envolvendo os novos critérios de rendimento e, considerando as notas atuais dos estudantes, não foram verificados impactos significativos em relação à reprovação”, esclareceu. Dessa forma, a partir de 2024.1, nos cursos de graduação da UFRN, passa a ser considerado aprovado o estudante que tiver média parcial igual ou superior a 6,0, com rendimento acadêmico igual ou superior a 4,0 em todas as unidades. 

O documento passou também por outras alterações, que dizem respeito aos formatos de alterações nos Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC); limite para a carga horária dos componentes curriculares optativos, eletivos e carga horária complementar de cursos com mais de 4 mil horas; critérios da avaliação de aprendizagem; mudanças no preenchimento de vagas nas turmas; flexibilização de pré-requisitos; mérito acadêmico e aproveitamento de estudos; regime de exercícios específicos; regime de acompanhamento acadêmico; cancelamento por insuficiência de desempenho; nome social; formas de ingresso; colação de grau; confirmação de vínculo; entre outros pontos. 

A professora Elda destacou em seu relato o alinhamento da proposta ao Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI 2020-2029), de educar com responsabilidade social e contribuir para a permanência e formação acadêmica de qualidade dos discentes de graduação, bem como o amplo debate para construção coletiva da proposta do Regulamento dos Cursos de Graduação da UFRN.

Artigos Relacionados

DestaquesGeral

Tenda Família Cidadã atenderá o assentamento Joana Darc I na zona rural de Porto Velho

Atendimentos acontecerão no próximo sábado (06), das 9h às 14h, na Escola...

DestaquesGeral

Prefeitura de Porto Velho realiza busca ativa em residências para resgatar cobertura vacinal

Campanha do Ministério da Saúde quer garantir a imunização de crianças menores...

DestaquesGeral

Maior evento de previdência pública do Brasil atribui 1º lugar ao Iperon em governança previdenciária 

O Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Estado de Rondônia (Iperon) recebeu...

DestaquesGeral

Inscrições para cursos remotos profissionalizantes na área de gestão seguem até segunda-feira, 8

Estão abertas até segunda-feira (8), inscrições para cursos profissionalizantes remotos que vão...