Seja bem vindo ao Rondonia Live! Sua fonte de informação em tempo real.
quarta-feira , 17 julho 2024
Webmail: contato@rondonialive.com
Geral

Projeto sobre saúde mental para mulheres reeducandas é realizado pela Semusa em Porto Velho

Atividade é realizada no Centro de Ressocialização Suely Maria Mendonça

Com o objetivo de ampliar o atendimento e proporcionar uma saúde mental de qualidade, a Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), realizou o lançamento do projeto ‘Começar de Novo’, ação que tem a finalidade de levar serviços terapêuticos e psicológicos no combate a dependência do uso de drogas para mulheres reclusas do Centro de Ressocialização Suely Maria Mendonça, na capital.

A atividade é oferecida gratuitamente pelo Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD). A participação no projeto acontece conforme o grau de dependência química das reeducandas.

Segundo o diretor do Caps AD, Shelton Botelho, a ação acontece semanalmente com objetivo de proporcionar saúde mental de qualidade para as apenadas. “Quando chega o dia de realizarmos esse projeto, as mulheres reclusas ficam felizes. Muitas delas ansiosas à nossa espera. Nosso objetivo é esse mesmo, fazer com que elas participem e possam se ressocializar com uma saúde mental de qualidade”.

Durante a ação, as reclusas participam de diversas atividades que envolvem saúde e educação, como musicoterapia, consultas psiquiátricas, palestras educativas, rodas de conversas, momento partilha, entre outras.

Para Marilene Penati, a ação fortalece o processo de ressocializaçãoUma das reeducandas que participou da ação de lançamento e preferiu não se identificar, destacou a importância do projeto e como ele impacta na sua vida.

“Eu estou aqui há três meses. Para mim, participar dessa atividade é muito importante, pois eu me sinto mais leve, mais feliz, estou amando. Com certeza isso vai me ajudar a ressocializar e sair daqui largando essa vida. Quero dar orgulho para os meus pais porque não é nesse local que eles querem me ver”, disse a jovem.

O projeto é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Secretaria Estadual de Justiça (Sejus). Para a secretária-Adjunta da Semusa, Marilene Penati, a ação fortalece o processo de ressocialização e oferece dignidade para as reeducandas.

“Essa atividade contribui para que essas mulheres que hoje estão nessa situação, possam mudar de vida e sair daqui com objetivo de crescer na vida. Através desse projeto, elas conseguem perceber que são capazes de mudar a sua realidade, buscando estudar, trabalhar e se integrar, novamente, na sociedade”, destaca Marilene Penati.

Larissa Guedes, diretora de Políticas Penais da Sejus, fala sobre a importância do trabalho em parceria com a Semusa. “Essa ação é muito importante, pois proporciona tratamentos psicológicos para as reeducandas de forma ativa e constante, fazendo o acompanhamento delas e, de certa forma, contribuindo no processo de ressocialização”.


Texto: João Muniz
Foto: Semusa

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Artigos Relacionados

DestaquesGeral

Tenda Família Cidadã atenderá o assentamento Joana Darc I na zona rural de Porto Velho

Atendimentos acontecerão no próximo sábado (06), das 9h às 14h, na Escola...

DestaquesGeral

Prefeitura de Porto Velho realiza busca ativa em residências para resgatar cobertura vacinal

Campanha do Ministério da Saúde quer garantir a imunização de crianças menores...

DestaquesGeral

Maior evento de previdência pública do Brasil atribui 1º lugar ao Iperon em governança previdenciária 

O Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Estado de Rondônia (Iperon) recebeu...

DestaquesGeral

Inscrições para cursos remotos profissionalizantes na área de gestão seguem até segunda-feira, 8

Estão abertas até segunda-feira (8), inscrições para cursos profissionalizantes remotos que vão...