Seja bem vindo ao Rondonia Live! Sua fonte de informação em tempo real.
sexta-feira , 12 julho 2024
Webmail: contato@rondonialive.com
Política

Luizinho Goebel denuncia abandono e cobra pavimentação da RO-133, em Espigão D´Oeste

Rodovia liga o município à usina de calcário está em péssimo estado de conservação.

O deputado Luizinho Goebel (Podemos) utilizou a tribuna na Assembleia Legislativa na última semana para reforçar o pedido de pavimentação da rodovia RO-133, que liga o município de Espigão D´Oeste à usina de calcário que serve os produtores rurais de todos os municípios de Rondônia.

“Estive no município de Espigão D´Oeste há poucos dias onde participei das comemorações referentes aos 43 anos de Emancipação Política e Administrativa, e recebi uma série de denúncias e cobranças em função das péssimas condições da Rodovia do Calcário de Rondônia. Está abandonada”, iniciou o Goebel.

De acordo com o parlamentar, a dificuldade de trafegabilidade na rodovia vem crescendo com o tempo em virtude da falta de atenção do governo do estado. “Há pouco mais de dois anos, o governo do estado anunciou ordem de serviço para pavimentação desta rodovia, mas ficou apenas na conversa. No inverno a lama toma conta e no verão a poeira. Mas é tanta poeira aliada à falta de conservação da rodovia, que os caminhões chegam a ficar atolados”, disse Luizinho.

O deputado lembra ainda que pela rodovia passam diariamente centenas de caminhões transportando até 50 mil quilos de calcário, que é insumo fundamental para regular o solo rondoniense. “A poeira levantada por esses caminhões está atingindo a população que mora nas proximidades da rodovia, causando diversas doenças respiratórias, especialmente em crianças e idosos. Além do transtorno provocado com o tanto de poeira nas propriedades”, observou.

Para o deputado, é mais do que urgente que o governo do estado providencie logo esta pavimentação, pois quem está perdendo com essa situação da rodovia é o produtor rural, que acaba pagando o frete mais caro porque os caminhoneiros não querem rodas pela estrada na situação em que se encontra, ou precisa comprar o insumo agrícola em outros estados como em Cáceres, em Mato Grosso, que é muito mais longe, o que acaba encarecendo o preço do frete.

“É uma vergonha essa situação da RO-133. O governo está fazendo descaso da situação. Faz mais de 2 anos que foi anunciada a obra e até agora nenhuma pá de asfalto foi colocada. Os motoristas, os moradores, os produtores rurais não aguentam mais essa situação. Um estado agrícola como o nosso, que depende do calcário para melhorar as condições do solo para plantar, não tem o apoio do governo no que é mais básico, que é a garantia da produção, as condições de trafegabilidade e o escoamento da produção. Esse governo precisa fazer alguma coisa por esse povo. Nem molhar a estrada para que baixe um pouco da poeira não é realizado e isso é um absurdo”, finalizou Luizinho.

Texto: Assessoria parlamentar

Artigos Relacionados

DestaquesPolítica

Governo Lula investiu R$ 87 milhões em Ji-Paraná

Cláudia de Jesus participa da retomada das obras do Morar Melhor 2...

Política

Pedro Fernandes participa de solenidade de entrega de viaturas para segurança pública em Rondônia

Foram entregues 241 viaturas de pequeno porte. Nesta segunda-feira (1), o deputado...

Política

Caerd responde pedido da Dra. Taíssa sobre escassez hídrica com Plano de Contingência

Documento contém medidas que devem ser adotadas para enfrentar os efeitos da...

Política

Proposta de Cláudia de Jesus para revogar interstício em contratações avança no governo

Secretaria de saúde opinou que mudar a lei beneficia à população. Evolui...